Má higiene bucal pode ser responsável pelo aparecimento de outras doenças

publicado em 26 de junho de 2017

Você sabia que halitose (mau hálito), cárie, gengivite, periodontite (processo inflamatório na gengiva) e até endocardite infecciosa (doença no coração decorrente de micro-organismos da cavidade bucal que invadiram a musculatura cardíaca) são doenças que podem ser acarretadas pela má higiene bucal? No caso da endocardite infecciosa, o cenário é ainda mais preocupante. Embora não seja tão comum quanto à ocorrência de cáries, é uma doença grave do coração ocasionada pela invasão de micro-organismos oriundos de sangramento gengival na presença de gengivite e processos infecciosos de dentes com cárie.

Grande parte da população ignora os cuidados com a higiene bucal, o que colabora para o aparecimento de doenças. De acordo com a odontologista Jane Tonani, a presença destas enfermidades desencadeia, ao longo da vida, uma série de consequências nocivas à saúde, como perdas dentárias, dor, comprometimento mastigatório e fonético no caso de cárie, gengivite e periodontite não tratadas. “Quando a halitose está instalada, verificamos problemas sociais, como insegurança ao se aproximar das pessoas, ansiedade, resistência ao sorriso e baixo desempenho profissional, quando o contato com outras pessoas torna-se necessário”, explica.

Dra. Jane ressalta que a prevenção continua sendo a melhor maneira para evitar a ocorrência de grande parte dessas doenças. Para isso, recomenda visitas periódicas ao dentista para avaliação e orientação da higiene com técnicas de escovação, utilização correta de fio dental e uso consciente de enxaguante bucal. Quando as enfermidades já estão instaladas, é imprescindível que procure um dentista para tratar o mais breve possível para maior efetividade e restabelecimento da saúde bucal.

 

Fonte: Bonde